Informação sobre mononucleose, causas, sintomas e tratamento da mononucleose infecciosa, também designada de doença do beijo, identificando o seu diagnóstico, assim como formas de prevenção da sua ocorrência.


sábado, 30 de junho de 2012

Sinais e sintomas da moonucleose infecciosa

Inicialmente apresenta mal estar, dor no corpo, cansaço, náuseas, vômitos, dor na garganta, que dura cerca de 2 a 5 dias e não comprometem o estado geral do indivíduo.
Posteriormente aparecem linfadenopatias (aumento de gânglios), faringite, ás vezes com presença de exudato purulento (pus) em amigdalas, aumento de fígado e baço, edema palpebral, e febre persistente. Raramente podem aparecer icterícia (cor amarela) e exantema (manchas vermelhas) no corpo.
O quadro clássico pode vir acompanhado de complicações (dependendo da forma como o vírus atinge um determinado órgão) e por infecção crônica – podem ocorrer com crianças menores que apresentam episódios freqüentes de dor de garganta,febre e linfoadenopatias (aumento de gânglios) com resolução de 3 a 10 dias com ou sem tratamento ou em adolescentes e adultos que a infecção pode ser intercaladas de períodos de absoluta normalidade.
Essa enfermidade e caracterizada por queixas sistêmicas, constituídas principalmente, por fadiga, mal estar, febre, dor de garganta, linfodenopatia generalizada, tosse, dor no corpo, dor nas articulações, ínguas pelo pescoço, hepatoesplenomegalia e amarelão pelo o corpo.
Índice dos artigos relativos a Mononucleose

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL