Informação sobre mononucleose, causas, sintomas e tratamento da mononucleose infecciosa, também designada de doença do beijo, identificando o seu diagnóstico, assim como formas de prevenção da sua ocorrência.


Como se trata a mononucleose infeciosa

Não existe tratamento medicamentoso específico para mononucleose infeciosa.
A medida mais importante que você pode promover é descansar bastante. Tome paracetamol para a febre e dor de garganta.
Se os seus sintomas parecem estar a piorar em vez de melhorar, de modo gradual, após 1 a 2 semanas, informe o seu médico. Você poderá desenvolver infeções na garganta ou uma infeção do sinus. Uma complicação rara de mononucleose infeciosa é um abcesso (bolsa de infeção) na amígdala. Estas infeções têm de ser tratadas com antibióticos. 
Às vezes, a infeção da mononucleose faz com que as amígdalas se tornem tão grandes que quase bloqueiam a garganta. Seu médico pode prescrever esteróides (Prednisona) para tentar diminuir o tamanho das amígdalas.
O vírus pode inflamar o fígado. Não beba álcool quando você tem mononucleose porque o álcool pode prejudicar ainda mais o seu fígado.
Se o seu baço estiver ampliado, pode romper-se se for atingido ou sofrer tensão. A ruptura do baço provoca hemorragia grave e é uma emergência médica. Por esta razão, você deve evitar o trabalho pesado e qualquer esporte de contato, até que seu baço volte ao tamanho normal. Assim, você vai gradualmente ser capaz de voltar para a escola, trabalho e esporte.

Seus sintomas podem agravar-se durante 2 ou 3 semanas depois que eles aparecem pela primeira vez. Normalmente, a febre, dor de garganta e fadiga extrema duram cerca de 1 a 2 semanas, e a doença é mais contagiosa neste período. Isto pode levar várias semanas, e, em alguns casos, vários meses, para que o sistema imunitário do corpo possa superar o vírus, mas a doença é menos contagiosa após a febre desaparecer.
O vírus Epstein-Barr permanece no corpo mesmo depois da recuperação. Você poderá ter mononucleose infeciosa novamente, mas isso não costuma acontecer. 

A melhor maneira de evitar que outras pessoas ao seu redor fiquem com mononucleose infeciosa é evitar o contato com a sua saliva. Pode conseguir isso, por exemplo, evitando beijar e compartilhar alimentos ou bebidas em recipientes e utensílios até que decorram vários dias após a febre desaparecer. O vírus torna-se menos contagioso a partir desse momento.

Índice dos artigos relativos a Mononucleose
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL